Sobre o funcionamento dos motores 1.3.1.2


Esta entrada contém informações comuns ao funcionamento de todos os atuadores usados no desenvolvimento do dispositivo 01.

Os atuadores de farol são na verdade sistemas, compostos pelos seguintes elementos básicos:

  • Um motor elétrico DC de 12V;
  • um sistema de engrenagens redutoras, que transfere movimento do motor para a haste;
  • um circuito controlador com três terminais +, - e sinal (S).
  • um potenciômetro interno (linear no caso dos motores Bosch e Mes; e de giro no caso do motor Valeo)

O circuito dita as regras do funcionamento do atuador inteiro, coordenando as partes descritas acima.
Os potenciômetros internos são responsáveis responsável por usar a tensão de referência recebida no terminal S para determinar em que ponto a haste deve parar. Mesmo sem ter feito medições precisas, é possível deduzir como funciona o sistema:

Exemplo de controle da tensão aplicada ao terminal S

Exemplo de controle da tensão aplicada ao terminal S

  1. Os terminais + e - ligados ao circuito são responsáveis pela entrada e saída de corrente no sistema.
  2. O terminal S deve receber uma tensão (usando o terminal - como referência) que pode variar de 0 a 12V. Como exemplo, a imagem ao lado mostra o controle da tensão com um potenciômetro de giro.
  3. A haste dos motores está em contanto com uma parte móvel de potenciômetro interno. Quando a haste se move, altera a posição da parte móvel e configuração interna do potenciômetro.
  4. O circuito compara constantemente a tensão gerada pelos potenciômetros internos e a tensão recebida no termina S, controlando a alimentação do motor elétrico DC de acordo com as seguintes regras:
    • Se as tensões forem iguais, o circuito não alimenta o motor elétrico DC.
    • Se a tensão no potenciômetro interno > tensão em S, o circuito alimenta o motor elétrico DC de forma que ele gire no sentido horário, estendendo a haste.
    • Se a tensão no potenciômetro interno < tensão em S, o circuito alimenta o motor elétrico DC de forma que ele gire no sentido anti-horário, contraindo a haste.

As engrenagens são responsáveis por transformar a alta frequência de giro do motor DC em torque linear – permitindo que um equipamento de baixo custo possa ser usado no lugar de um motor de maior torque, mais caro.